LOGOCEREST

slogan
DestaquesCompartilhe:
Matéria publicada em 01/10/2015.

V Jornada Revela Preocupação com o uso Abusivo de AGROTÓXICOS

Aconteceu, nos dias 09 e 10 de setembro de 2015, mais uma edição da tradicional Jornada em Saúde do Trabalhador, promovida pelo CEREST Missões/Ijuí. A V Jornada em Saúde do Trabalhador – Trabalho: Entre o Bem-Estar e o Sofrimento abordou o tema “Agrotóxicos: Impactos à Saúde”, contou com palestrantes renomados, um público participativo e representação diversificada de categorias profissionais, setores da sociedade e municípios do Estado do Rio Grande do Sul, especialmente da macrorregião missioneira.

Participou do evento um total de 511 pessoas, representando variadas áreas, especialmente a saúde, educação, ambiental e agrária, ultrapassando a meta de público. De um total de 57 municípios da área de abrangência, 34 (59%) marcaram presença na Jornada. Diversas instituições foram representadas por profissionais palestrantes, debatedores e expositor durante o evento, entre elas: FIOCRUZ, Ministério Público, PARA/ANVISA, FEPAN, CACON, UFFS, AGAPAN, Secretaria Municipal de Saúde de Eugênio de Castro, Secretaria Municipal de Saúde de Selbach, GT de Vigilância em Saúde da Exposição Humana aos Agrotóxicos/RS, GT Agrotóxicos e Transgênicos da ABA, Fórum Estadual de Combate aos Impactos dos Agrotóxicos, DVST/CEVS, CEREST Vales, CEREST Missões e UNIJUÍ.

Os palestrantes apresentaram dados, estudos, experiências e reflexões relevantes durante o evento. Tais contribuições somaram conhecimento, sensibilizaram e provocaram debates enriquecidos com importantes questões e contribuições do público presente.

A V Jornada em Saúde do Trabalhador do CEREST Missões conseguiu sensibilizar a comunidade para o tema agrotóxicos e gerou encaminhamentos, tais como a apresentação e fortalecimento do Grupo de Trabalho Macrorregional sobre os Impactos dos Agrotóxicos na Saúde e no Meio Ambiente, que terá sua próxima reunião no mês de Outubro nas dependências do CEREST Missões, oportunidade que serão discutidas as atividades do grupo e as demais demandas desencadeadas na Jornada como a Moção de Apoio ao Projeto de Lei Nº 263/2015 que proíbe a pulverização de agrotóxicos por meio de aeronaves e o apoio ao Projeto de Lei 262/2014, que proíbe a fabricação, uso e comercialização do agrotóxico 2,4-D no Rio Grande do Sul. O grupo de trabalho é aberto e confere aos participantes a oportunidade de dialogar, planejar e desenvolver ações interinstitucionais voltadas à minimização dos riscos à saúde do trabalhador, em relação aos impactos dos agrotóxicos.