LOGOCEREST

slogan
DestaquesCompartilhe:
Matéria publicada em 15/04/2013.

16 de Abril: Dia Mundial da Voz

O Centro Regional de Referência em Saúde do Trabalhador da Macrorregião Missioneira (Cerest Ijuí) comemora nesse dia 16 o Dia Mundial da Voz. Esta celebração teve início no Brasil em 1999 e, em 2003, passou a ter expressão internacional, com diversos eventos também nos Estados Unidos, Europa e Ásia.

O objetivo do Dia Mundial da Voz é conscientizar a população sobre a importância da voz humana para a promoção da saúde, alertando sobre os sinais e sintomas que favoreçam o diagnóstico precoce de doenças, como o câncer de laringe, que podem comprometer a qualidade de vida e a própria sobrevida dos indivíduos.

Embora a principal função da voz seja carregar as palavras, na atualidade um terço da força laboral depende da voz como instrumento de seu trabalho. Citam-se como profissionais da voz: professores, radialistas, atores, cantores, advogados, corretores, vendedores, políticos, operadores de telemarketing, dentre outros.  Apesar de estes profissionais possuírem maior predisposição para desenvolver algum tipo de alteração vocal, todos, independente da profissão que exercem, devem cuidar da voz. 

A Fonoaudióloga do Cerest, Elisa Lucchese Bezerra, destaca a importância de estar atento aos sinais da voz. “Sintomas como rouquidão por mais de 15 dias, cansaço ao falar, garganta seca, ardência, falhas na voz e perda da voz são sinais de que existe algum problema, o indicado é que procure um fonoaudiólogo e um médico otorrinolaringologista para uma avaliação”, aponta.

Para que tenhamos uma boa saúde vocal existem algumas orientações que auxiliam na preservação da saúde e na prevenção do aparecimento de alterações e doenças vocais. Elisa ressalta a importância da hidratação e dos hábitos saudáveis, e cita dicas para um cuidado adequado com a voz:

- hidrate-se: ingira muito líquido em temperatura ambiente (1,5 a 2 litros/dia)

- alimente-se adequadamente

- fale sem esforço e articule bem as palavras

- mantenha uma boa postura corporal ao falar ou cantar

- evite ingerir leite e derivados, bebidas gasosas, chocolate antes de utilizar a voz continuamente

- procure reduzir a quantidade de fala durante quadros gripais e crises alérgicas

- evite a tosse seca e o pigarro

- frente ao cansaço vocal, faça repouso adequado

- evite atividades físicas que associem força e fala

- faça uso de medicamentos somente com orientação médica

- não fume

- mantenha a intensidade da voz adequada

- evite mudanças bruscas de temperaturas.