LOGOCEREST

slogan
DestaquesCompartilhe:
Matéria publicada em 26/07/2012.

Dia Nacional de Prevenção de Acidentes de Trabalho

Os Centros Regionais de Referência em Saúde do Trabalhador (Cerest) tem a proposta de prestar atenção integral de assistência e vigilância dos agravos das condições dos ambientes de trabalho. No dia 27 de julho, é o Dia de Prevenção de Acidentes de Trabalho e durante todo o ano o Cerest Macrorregião Missioneira realiza ações de conscientização e fiscalização para que haja essa prevenção.

A data surgiu por causa das portarias 3.236 e 3.237, pelo Ministério do Trabalho, e foi oficializada no ano de 1972, tornaram-se obrigatórios, além dos serviços médicos, os serviços de higiene e segurança em todas as empresas onde trabalham cem ou mais pessoas, sendo que na atualidade leva-se em consideração não só o número de empregados da empresa, mas também o grau de risco da mesma.

Segundo a Engenheira de Segurança do Trabalho, Mariela Bortolon, os acidentes do trabalho constituem o maior agravo à saúde dos trabalhadores brasileiros: “diferentemente do que o nome sugere, eles não são eventos acidentais ou fortuitos, mas sim fenômenos socialmente determinados, previsíveis e preveníveis”. De acordo com a Organização Internacional do Trabalho (OIT), os acidentes de trabalho são a causa da morte de mais de dois milhões de trabalhadores no mundo por ano. São três pessoas que morrem a cada minuto devido a condições impróprias de trabalho.

Em 2001, conforme a OIT aponta, morreram 650 mil pessoas em conflitos armados. As vítimas de morte por acidentes de trabalho foram mais de um milhão e 300 mil pessoas, mais que o dobro. No mesmo ano, 340 mil pessoas foram afetadas devido ao contato com substâncias perigosas. O contato com o amianto foi responsável pela morte de 100 trabalhadores em 2001, a maioria ocupada na construção civil. A falta de segurança no trabalho mata mais do que as drogas e o álcool juntos. Os setores que apresentam menores condições de segurança em todo o mundo são a agricultura, a construção civil e a mineração.

Na área de abrangência do Cerest da Macrorregião Missioneira há uma sob notificação relevante. “Para que este quadro mude estamos desenvolvendo ações de conscientização da importância da notificação nos Sistemas de Informação e através destas análises atuamos na preservação da vida e promoção das condições de saúde no que refere às condições do ambiente de trabalho”, afirma a engenheira. A vigilância nos ambientes e processos de trabalho está sendo realizada pelo Cerest nas atividades que possam oferecer algum risco, desde acomodações precárias, em canteiros de obras, até contato dos trabalhadores com substâncias nocivas ao organismo durante suas atividades.